Aperte a tecla enter para procurar ou Esc para sair

Atraso ou Interrupção de voo

Atrasos de quatro horas ou mais nos voos permitem o endosso do valor do bilhete e de todas as despesas decorrentes do atraso ou da interrupção de voos pela companhia.

Em caso de overbooking

O overbooking ocorre quando são vendidos mais bilhetes do que a quantidade de lugares existentes no avião e, por conta disso, o passageiro é obrigado a esperar um próximo voo.

Nestes casos, a companhia aérea é obrigada a oferecer ao cliente uma série de benefícios. A escolha pode ser feita por quantia em dinheiro ou serviços da própria empresa, como passagem adicional, upgrade para classe superior e pagamento de excesso de bagagem. Todas as despesas efetuadas devido ao imprevisto deverão ser pagas pela companhia aérea.

As empresas, por sua vez, ganham o direito de recomprar lugares nos voos – acomodando passageiros que precisam embarcar imediatamente e recompensando quem aceita deixar o avião.

Atendimento a passageiros especiais

Deficientes físicos devem avisar com antecedência quais são as suas necessidades e, obrigatoriamente, contarão com a assistência das companhias aéreas, aeroportos e empresas que prestam serviços auxiliares.

O embarque destas pessoas é feito 20 minutos antes das demais. Sua bagagem é considerada prioritária e, se comprovada a necessidade de um auxiliador por impossibilidade física, o acompanhante pagará 20% do valor da passagem.

É permitido o embarque de cães-guias para o auxíilio de deficientes nos voos, desde que apresentado atestado de sanidade.

Gestantes

Gestantes com o parto previsto para até quatro semanas ou que tenham complicações no parto, devem apresentar atestado médico na realização das reservas. Grávidas cujo parto esteja previsto para os próximos 7 dias ou que tiveram seu parto nos últimos 7 dias, a contar a partir da data da viagem, não são autorizadas a embarcar.

Passageiros com problemas de saúde

Pessoas com doenças contagiosas ou com problemas de saúde que possam agravar-se durante o voo precisam passar pelo setor médico da companhia, que determinará a viabilidade da viagem.

A companhia deve ser avisada com antecedência sobre passageiros que viajem em macas ou que precisem de uma atenção especial durante o voo. As macas só poderão embarcar acompanhadas de médico ou enfermeiro.